Viajando como Thelma e Louise

DSC00009Eu acordei depois de muitas horas antes de chegar em Högankustenbro, a ponte mais alta na Suécia. Eu ainda estou um pouco sonolento mas sinto arrepios quando nós dirigimos sobre a ponte. É como a ponte de San Francisco. Frederick explica, como um bom guia turístico, que a ponte foi contruida em 1997, tem 182 metros de altura, e 1210 metros de extenção.

Nós paramos em um autogrill para um café e um sanduiche: Fika, Fika! Quando eu sair para fora do carro, vestido somente de shorts, eu vou congelar: o frio é mortal; mas só de ver os rostos surpresos dos suecos olhando a imagem de um homem vestindo shorts quando a temperatura é de 5º C vale a pena… IMPAGÀVEL! Como sou bobo!

dsc00020_600x600_100kb

Nós continuamos nossa jornada e estamos na frente de um enorme MAX com bandeiras agitando orgulhosamente. A cidade é chamada Örnskönskwik, o berço de MAX. É o primeiro diante de nós, antes de se expandir por toda a Suécia para competir com a americana McDonald!

Os habitantes do país são tão orgulhosos deste restaurantes fast food, que baniram o McDonald e Burger King! Eu os imagino como camponeses medievas com forcas e pás querendo afastar o “monstro”.

Além de MAX, Örnskönskwik (eu não tenho idéia de como pronuncia-lo) é famoso pelo time de hockey “Floppa” e seu estádio. Nós passamos rapidamente e então paramos em um outro autogrill. Ao entrar Fredrick leva uma cesta e, como Chapéuzinho Vermelho, preenche com chocolate e outras porcarias como tivesse colhendo flores para a sua avó. Eu vou para a seção de livros, jornais e CD quando vejo Nova Eurovisão, chamo Fredrick para mostra-lo. Ele olha pra mim por um momento levantando a sobrancelha e, em seguida, coloca-o na cesta junto com as barras de chocolate.

“Querido Thelma, este CD é a trilha sonora de nossa viagem à Escandinávia!”

DSC00021_600x600_100KBTomamos ainda outra xícara de café e um Kanelbulle, um rolo com canela, meu tempero favorito! Eu amo o “Kanelbulle!”

Fredrick espalha as barras de chocolate na mão para me oferecer um, como um mágico com seu baralho de cartas: “Qual deles você escolhe?” Eu escolho um chocolate caramelo muito parecido com o Lion. Como eu gosto dele, ele abre o porta-malas do carro, onde o leitor de cd esta. Ele coloca em dois CDs confessando que seu aparelho de som pode conter até cinco cd´s.

À medida que se vai, eu coloco meus óculos escuros, fazendo o papel de Thelma, eu ligo o aparelho de som, puxe meus óculos de sol para baixo, e falo: “Louise, ok, vamos lá!

 Translated by Fábio Cândido de Araújo