O pai da irmã “INGER” 2

dsc00052A casa de Inger é pequena mas possui uma maravilhosa varanda como a de DAWSON CREEK ( série de Tv 1998-2003) que capturou toda a minha atenção.

O chalé não é feito de madeira mas sim de tijolo de parquet, ambiente é muito agradável, pavimento em vermelho brilhante com juntas pretas que fazem destacar a cor ainda mais, uma lareira e um relógio em frente à porta, pormenor que reparei existir em todos os países escandinavos, adorei!

Enquanto Inger me serve um vinho Novello da Toscana (vinho proveniente de Toscana – região de Itália) falamos acerca do chalé, das casas ao redor e de como os preços de arrendamento são acessíveis, na realidade  uma casa como a do pai Frederick custa metade do valor gasto por Frederick pelo seu apartamento e a razão é que não existe mais nada ao redor, apenas natureza, além disso existem muitas casas abandonadas porque as pessoas preferem ir viver para os centros urbanos.DSC00097_600x600_100KB

Pessoalmente se tivesse de escolher um lugar para viver escolheria cidades cosmopolitas como; Roma, Paris ou Nova York mas ainda assim eu gostaria de um local calmo para escapar da vida caótica e stressante da cidade, um lugar para relaxar, que eu possa usar como habitação para a época do Natal…eu digo a Inger que me dê três a quatro anos e então tornar-me-ei seu vizinho.

Já me consigo imaginar a deslizar na neve como a minha moto da neve, a decorar a árvore de Natal com a minha família ou com a minha companheira em frente à lareira quente em pleno Inverno, olhando para o Sol da meia noite sentado na varanda.

Inger diz-me que o chalé é a sua segunda casa para as férias e feriados e para o período da Páscoa, que é quando o tempo é extremamente agradável.

DSC00096

Na Páscoa passada havia neve esta estava um dia solarengo e as raparigas gostaram bastante daquele dia, pareceu-me romântico  e elas são amorosas quando estão juntas com as suas histórias que me prendem aquele lugar.

Inger e KiKKI seriam minhas vizinhas e Fredrick junta-se-ia a nós as férias e Elna faria o seu tão apreciado Kanelbulle!!

Que sonho?Quem quer voltar para Itália?Eu não decerto!

Começo a imaginar o meu próprio filme, de ser o Novello da Toscana (vinho proveniente de Toscana região de Itália) e a garrafa já está vazia.

Quem sabe, eu poderei ver como seria passar uma semana aqui com amigos, ou passar uma semana romântica, vendo filmes em frente à lareira, ou preparando com a minha família uma ceia de Natal Italiana ou Sueca!

Aqui consegue-se sentir mesmo o espirito natalício, decerto seria agradável!DSC00117_600x600_100KB

Dirigimo-nos para a rua, não parece que é meia noite mas sim como um final de tarde…Felizes tiramos fotografias para relembrar esta noite inesquecível.Concordamos em tomar o pequeno almoço juntos… eu estou extasiado de ter conhecido estas pessoas espantosas.

O sol parece esconder-se atrás das nuvens que trazem um pequeno orvalho enquanto caminhamos de volta a casa.

O SOL DA MEIA NOITE – outra história fenomenal para adicionar às minhas aventuras !!!

Translate by Fábio Cândido de Araújo